18/02/2012

Armina maculata Rafinesque, 1814


© 2012 João Pedro Silva

Armina maculata Rafinesque, 1814

Ordo: Nudibranchia
Subordo: Arminina
Familia: Arminidae


A alimentar-se.
Feeding.

©
 2012 João Pedro Silva 
Inconfundível, mesmo entre os membros da sua família, a forte coloração laranja com papilas brancas, a forma do corpo e os característicos rinóforos lamelados verticalmente dificilmente o farão confundir com outro nudibrânquio na nossa costa. É um animal bastante grande (ultrapassa facilmente os 10cm) e encontra-se em fundos arenosos onde vive a sua presa, Veretillum cynomorium. Habitualmente, enterra-se na areia durante o dia e emerge durante a noite para se alimentar. As brânquias podem ser vistas como pregas por baixo da orla do manto que permitem aumentar a superfície para as trocas gasosas ao mesmo tempo que se mantêm protegidas mesmo quando o animal está enterrado. O epíteto específico - maculata - significa que tem manchas.

© 2012 João Pedro Silva
Vista de baixo mostrando as brânquias.
Underside showing the gills.
© 2012 João Pedro Silva
Unmistakable even within the members of its family, the strong orange coloration with white papillae, the overall shape of the body and the characteristic vertically lamellated rhinophores will hardly mistaken it for any other nudibranch along the Portuguese coast. A very large animal easily exceeding 10cm in length is found in sandy bottoms where its prey Veretillum cynomorium lives. During the day it usually buries itself in the sand emerging at night to feed. Under the mantle skirt the gills stay protected even when the animal is buried. The specific epithet - maculata - means it's spotted.

+ Info: Sea Slug Forum

Special thanks to  Rui Rosa and Vanessa Madeira Lopes from the Guia Marine Laboratory.

Sem comentários:

Publicar um comentário